Você faz parte dos milhares de gestores e empresários que precisaram se adaptar ao modelo de trabalho home office neste período de pandemia? Se sim, é muito provável que, em algum momento, você tenha parado para pensar, pesquisar e até mesmo requisitar determinados itens para que a sua equipe continuasse seguindo o padrão de produção, exatamente da mesma forma como acontece no escritório, certo? Mas acredite, essa não é a melhor opção!

O home office, de fato, se torna um modelo que garante mais produtividade justamente porque foge das antigas formas de refletir sobre comunicação, colaboração e conclusão de tarefas. Logo, a sua forma de abordagem não é diferente apenas em relação ao ambiente. Tudo deve ser adaptado para promover agilidade na execução e entrega das tarefas e a maximização das capacidades de trabalho daqueles que não estão em um escritório, com toda a equipe reunida.

Para que você tenha mais assertividade em relação ao desempenho da sua equipe e, consequentemente, reduza a margem de falhas, gastos ou até mesmo a sensação de presenteísmo nos colaboradores, fique atento aos 4 erros mais comuns que devem ser evitados!

É aquele ditado: melhor prevenir do que… gastar demais!

Obrigações, expectativas, timing, ferramentas e tarefas em excesso, entre outros fatores, merecem a devida atenção antes de serem simplesmente aplicados a processos e hábitos da organização, uma vez que isso tudo implica diretamente na produtividade dos seus colaboradores e, inevitavelmente, nas despesas da sua empresa. Portanto, fique atento a:

  • Quantidade de ferramentas on-line: você não precisa comprar ferramentas diferentes, mas que possuem a mesma finalidade, para cada colaborador ou equipe. Isto é, por mais que cada um solicite um nome diferente e apresente um objetivo distinto, cabe a você e/ou aos seus líderes identificar a ferramenta que atenda à maior parte das necessidades da sua equipe e, assim, conseguir manter os processos mais simplificados e gerar mais economia.

  • Reuniões obrigatórias constantes ou sem necessidade: sabe aquela famosa frase “isso poderia ter sido resolvido com uma mensagem no WhatsApp ou um e-mail”? Pois bem, é exatamente disso que se trata! Diferentemente do trabalho em escritório, que ninguém fica parado e acontece uma conferência atrás da outra, em casa o nosso corpo fica encolhido em uma cadeira, com os olhos voltados para a tela do notebook ou computador por horas. Esse espaço visual limitado deixa a vista e a mente cansadas, especialmente quando há uma reunião de vídeo longa e não estruturada, que por fim nem deveria existir. Acabar com as reuniões chatas permite que os profissionais se comuniquem e troquem informações de maneiras mais eficazes, rápidas e menos entediantes, como e-mails, mensagens de texto e vídeos pré-gravados.

  • Formas de apresentar o que deve ser feito: transitar tarefas, muitas vezes, faz com que o mal-entendido corra solto, principalmente em meio à abordagem remota. Para evita-lo, faça acordos sobre como se espera que cada ferramenta seja usada, explique os processos cuidadosamente para que qualquer pessoa da equipe possa segui-los e combine sobre como as decisões são tomadas. Assim, você evita perder tempo e dinheiro resolvendo conflitos.

  • Depender de conversas e retornos que impedem o andamento das tarefas: no escritório, é simples trocar informações o tempo todo. Já no home office não é bem assim. Por isso, a melhor opção é permitir que tudo aconteça no seu próprio tempo. Afinal, você só vai se atrasar cada vez mais com o restante das suas obrigações se ficar preso a uma única tarefa que exige um certo direcionamento. Quer fazer isso funcionar? É simples! Use sua ferramenta de gerenciamento de tarefas não apenas para organizá-las, mas também para se comunicar com seus colegas. É o típico “passei a bola”. Isto é, registrar o que você precisa e alocar o devedor para que ele entenda que para que você possa prosseguir, ele precisa fazer a parte dele primeiro.

Viu só? Existem muitos pequenos fatores como esses que podem estar atrapalhando a produtividade da sua equipe e até mesmo gerando mais gastos para a empresa. Para dar a volta por cima, basta entender que o home office exige diferentes métodos de trabalho, e ter uma visão mais ampla e certeira do que você e seus líderes estão tomando como decisões.

Gostou do conteúdo e identificou algo que pode melhorar o andamento dos seus negócios? Não deixe de compartilhar com seus colegas amigos empresários e gestores! 😉

Open chat
Precisa de ajuda?
Olá!
Podemos te ajudar?
Powered by
%d blogueiros gostam disto: